Blog

Criatividade . Empreendedorismo . Marca Pessoal

Como ganhar (mais) dinheiro nas redes sociais?

A maioria das pessoas contrata a minha consultoria porque:

  1. quer começar a ganhar dinheiro através das redes sociais,
  2. quer ganhar mais dinheiro e não sabe como.

Normalmente, estes motivos não chegam de forma clara e evidente: “Quero aumentar o meu número de seguidores”, “quero que a minha marca chegue a mais pessoas”, “quero que conheçam o meu trabalho”. Mas, no fundo, a nossa motivação tem de resultar em algo concreto, algo que valide o nosso esforço, algo que nos diga que estamos no caminho certo.

Antes de iniciar um processo de consultoria envio (sempre!) uma lista de perguntas e peço os links directos para as redes sociais (quando já existem). Esta análise permite-me perceber quais as expectativas da/o minha/meu cliente, quais as suas principais frustrações e quais os seus sonhos (gosto da ideia de “sonhos”, porque depois iremos transformá-los em objectivos). Só depois é que partimos para o trabalho em conjunto, para a consultoria em si.

Logicamente, este processo é muito importante para me preparar antes da reunião, mas também é importante para que a/o minha/meu cliente (re)avalie a sua situação actual e traduza por palavras o que gostava de conseguir com a minha ajuda, mas principalmente graças ao seu trabalho.

Com o passar do tempo, comecei a perceber que muitas pessoas gerem páginas com números de seguidores relevantes, mas que isso (na prática) manifesta-se em muito pouco retorno financeiro.

Isto é muito comum, principalmente em marcas que trabalham o sector da beleza, moda, bem-estar, alimentação e viagens e deve-se, essencialmente, ao facto dos seguidores em questão não serem o verdadeiro público da marca (ou porque são de outro país ou porque seguiram a página simplesmente porque gostaram das fotografias, mas depois na prática nem ligam ao seu conteúdo ou não têm real interesse no que é partilhado – estão por estar). Independentemente da razão, uma das primeiras coisas que começo por explicar é que:

Os números não são o mais importante!

Se te perguntar qual destas duas opções prefiro, sendo elas:

  1. ter 100 seguidores que me seguem porque simplesmente calhou, gostaram do meu perfil e decidiram seguir, mas que não pensam vir a trabalhar com redes sociais, criar um negócio próprio ou saber mais sobre empreendedorismo e marketing digital
  2. ter só 3 seguidores, mas que além de lerem todos os meus conteúdos, ainda comentam, enviam-me mensagens privadas, fazem-me questões e partilham comigo a sua experiência, os seus sonhos e objectivos

… a resposta é meio óbvia, não? Claro que os segundos requerem mais trabalho e empenho da minha parte, mas estão realmente interessados no que tenho para lhes oferecer, entendem o que faço e percebem como lhes posso ser útil.

Não me interessa ter um enorme número de seguidores que não me conhece, que não entende o que faço, que não sabe com o que trabalho, porque, além disto não converter em vendas, também significa que não estou a apresentar-me de forma clara e objectiva.

Trocando e baralhando, na prática:

Queres ganhar (mais) dinheiro com anunciantes, com publicidade nas tuas redes sociais, canal ou blog?

Isto é, queres trabalhar a tempo inteiro como produtor(a) de conteúdo e viver dos teus canais de comunicação?

Então a minha melhor dica é: especializa-te. Descobre quais são as tuas características mais interessantes, o que tens para oferecer de diferente, de único, que valor tens a somar a quem te segue. Depois, constrói uma relação de confiança com o teu público, através do conteúdo que produzes, das mensagens privadas, das respostas a comentários. Cria envolvimento, confiança e ganha credibilidade junto de quem te segue.

Depois, procura marcas com que te identifiques, que fazem sentido para o teu público (que lhes sejam verdadeiramente úteis) e prova a essas marcas que o que lhes tens para oferecer não são números, são conteúdos de qualidade, um público envolvido, próximo e que confia na tua palavra.

Queres vender (mais) produtos e/ou serviços através das redes sociais?

Trabalha a tua marca pessoal. Constrói uma relação de proximidade com o teu público, gera empatia, envolve as pessoas na tua história, no teu dia-a-dia, no que fica por trás do que fazes.

Raramente compramos a quem está desesperado por vendas. Por sua vez, há pessoas que nos fazem ter vontade de comprar tudo o que sugerem.

Pessoas sentem afinidade por pessoas. Mostra-te, expõe-te, cria a tua própria marca, fala sobre a criação dos teus produtos, a forma como são embalados, o que ofereces de diferente, o que tens de único, porque devem escolher-te a ti em vez dos teus concorrentes.


Em suma,

Constrói um relacionamento de proximidade e confiança com o teu público.

Partilha conteúdo novo todos os dias. Atira-te aos Instastories com unhas e dentes. Faz vídeos! [Atenção: não é uma sugestão, é uma regra!] Os vídeos são a forma mais próxima de nos comunicarmos à distância, por isso, não deixes esta oportunidade passar ao lado.

Além disto, publica novos textos, fotografias incríveis, cria desafios, passatempos, responde a TODAS as mensagens, a TODOS os comentários.

Entrega o melhor de ti ao teu público, apaixona-te pelos teus seguidores. A moeda de troca virá e garanto que tudo irá mudar. Requer muito trabalho, mas tu consegues, basta quereres.


Gostavas de ter consultoria comigo?

Envia-me uma mensagem privada ou um email para hello@annieway.pt

Gostaste do texto? Partilha-o.

Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Segue-me nas redes sociais.